Navegação com o estilo Metro e HTML5 sem plug-ins

Criando o Windows 8

Nos bastidores com a equipe de engenharia do Windows

Navegação com o estilo Metro e HTML5 sem plug-ins

Rate This
  • Comments 1

Uma das primeiras coisas que muitas pessoas vão conferir após a instalação da versão de pré-lançamento do desenvolvedor do Windows 8 será o navegador IE10 — a ferramenta mais usada no Windows. O IE 10 do pré-lançamento é o Platform Preview 3. Você pode ler sobre o trabalho que estamos fazendo no mecanismo do HTML 5 no blog do IE . Esta postagem é sobre uma grande alteração no IE com estilo Metro, que é a experiência sem plug-ins. No Windows 8, o IE 10 está disponível como um aplicativo com o estilo Metro e como um aplicativo da área de trabalho. O aplicativo da área de trabalho continua dando total suporte a todos os plug-ins e extensões. O HTML5 e os mecanismos de script são idênticos e você pode alternar facilmente entre diferentes janelas do quadro, se desejar. O IE com estilo Metro oferece todos os principais atalhos de teclado de navegação e suporte a mouse que você espera: criação e fechamento de guias, alternância entre elas, inserção de endereços, pesquisa e muito mais. Uso esse navegador o tempo todo e, dado ao tempo enorme que passo usando o Windows Phone, a mesma experiência e o uso do toque é definitivamente um diferencial. Mas é possível decidir o que funciona melhor para você, sem abrir mão de nada. Dean Hachamovitch, que lidera a equipe do IE, escreveu esta postagem.  
--Steven

Para que a experiência na Web avance e os clientes aproveitem ao máximo a navegação que prioriza o toque, o navegador com o estilo Metro no Windows 8 é uma experiência voltada ao máximo somente para o HTML5 e é livre de plug-ins. A experiência que os plug-ins oferecem hoje não está à altura da navegação com o estilo Metro e da moderna Web HTML5.

A execução do IE com o estilo Metro sem plug-ins aumenta a vida útil da bateria, bem como a segurança, confiabilidade e privacidade para os consumidores. Os plug-ins foram importantes no início da história da Web. Mas a Web percorreu um longo caminho desde então com a HTML5. Oferecer compatibilidade com as tecnologias de plug-in herdadas prejudicaria, em vez de melhorar, a experiência de navegação do consumidor na interface do usuário com o estilo Metro. 

Na realidade de hoje, a engenharia dos sites já está se desenvolvendo rapidamente para uma experiência sem plug-ins. O Google, por exemplo, lançou recentemente o site do YouTube em HTML5 para telefones. Uma postagem no blog do IE já discutiu anteriormente como os sites sem plug-ins estão se popularizando e o que eles podem fazer para proporcionar uma experiência sem plug-ins. Examinamos o uso dos plug-ins nos principais 97.000 sites de todo o mundo, um corpus que inclui sites locais de fora dos Estados Unidos com grande profundidade. Muitos dos 62% desses sites que usam o Adobe Flash no momento já recorreram ao vídeo em HTML5 na ausência de suporte ao plug-in. Durante o fornecimento de anúncios na ausência de plug-ins, a maioria dos sites já apresenta desempenho equivalente, o que mostra que essa abordagem é prática e escalonável. Há uma imensa queda no uso de plug-ins desde o surgimento do Flash, sendo um controle usado em 2% dos sites e um pequeno conjunto de controles usado entre 0,5 e 0,75% dos sites.

No Windows 8, os sites dos consumidores e aplicativos de “linha de negócios” que exigem os controles ActiveX herdados continuarão sendo executados no navegador de desktop e as pessoas poderão tocar em [Use Desktop View] (Usar Exibição para Desktop) para ver esses sites no IE com o estilo Metro. Para o que esses sites fazem, a força da HTML5 faz mais sentido, especialmente nos aplicativos do Windows 8. 

Os navegadores sem plug-in hoje já oferecem ótimas experiências com conteúdo HTML5 bem criado. Essas experiências se tornam ainda melhores com o toque no IE com o estilo Metro.

Obrigado –

Dean

Obs.: você pode ver abaixo como o IE ajusta seu comportamento conforme o site, enquanto os desenvolvedores fazem a transição e deixam de depender de plug-ins para as funcionalidades disponíveis em HTML5 (por exemplo, vídeo ou XHR). A maioria dos sites funciona bem no IE sem plug-ins, outros funcionam bem quando o IE se identifica como outro navegador ou executa o site em um modo diferente. Enquanto trabalhamos com a comunidade de desenvolvedores da Web, o IE continua usando a lista CV (Modo de Exibição de Compatibilidade) para manter os sites funcionando para os consumidores.

Aqui está uma parte da lista CV que foi lançada com a versão de pré-lançamento do Windows 8 na conferência BUILD:

<?xml version="1.0" encoding="utf-8" ?>
<iecompatlistdescription>
    <version>1152921504606910005</version>
    <ttl>1</ttl>
    <domain docMode="EmulateIE7">monster.com</domain>
    <domain docMode="EmulateIE7">pbskids.org</domain>
    <domain docMode="EmulateIE8" uaStringImmersive="iPad">nate.com</domain>
    <domain docMode="EmulateIE8" versionVector="8" uaString="8">bankofamerica.com</domain>
    <domain docMode="EmulateIE8" versionVector="8" uaString="8">wellsfargo.com</domain>
    <domain docMode="EmulateIE8">7-eleven.com</domain>
    <domain docMode="EmulateIE9" versionVector="9" uaString="9">sportsillustrated.cnn.com</domain>
    <domain docMode="EmulateIE9">lowes.com</domain>
    <domain docMode="IE9">github.com</domain>
    <domain featureSwitch="createElementWithMarkup:false">dodge.com</domain>
    <domain featureSwitch="createElementWithMarkup:false">krispykreme.com</domain>
    <domain featureSwitch="createElementWithMarkup:false">youtube.com</domain>
    <domain uaStringImmersive="Firefox 5">tv.slashgear.com</domain>
    <domain uaStringImmersive="iPad">mashable.com</domain>
    <domain uaStringImmersive="iPad">tested.com</domain>
    <domain>about.zappos.com</domain>
    <domain>airborne.gogoinflight.com</domain>
    <domain>aol.com</domain>
</iecompatlistdescription>