Refazendo a engenharia da experiência de inicialização do Windows

Criando o Windows 8

Nos bastidores com a equipe de engenharia do Windows

Refazendo a engenharia da experiência de inicialização do Windows

Rate This
  • Comments 5

Ufa! Estamos de volta da BUILD e concentrados na nossa próxima etapa. Para nós, foi um enorme prazer mostrar a todos o Windows 8 em detalhes. Todos os nossos palestrantes e participantes da Microsoft estão incrivelmente gratos pela recepção calorosa que o produto recebeu. Sabemos que ainda é cedo --uma versão de pré-lançamento-- e há muitas perguntas. Vamos responder a todas elas em futuras postagens e nos concentraremos no uso do WDP (Windows Developer Preview) como linha de base. Portanto, se você ainda não estiver com ele em execução, considere-o um pré-requisito para muitas postagens do blog.

A inicialização é o tipo de esforço que não é respeitado. Ou ela é muito longa ou todo o trabalho para torná-la boa e agradável passa despercebido já que ninguém quer inicializar o computador mesmo. Eu me lembro do que o Bill Gates falou muitos anos atrás (parafraseando): "a inicialização é uma chamada de função com uma linha que leva uma eternidade para calcular uma constante: fBoot = SystemBoot()" Ao mesmo tempo, parece que podemos inicializar tudo hoje em dia: telefones, TVs, aparelhos de TV a cabo e até mesmo o controle remoto da televisão. Na criação do Windows 8, resolvemos tirar proveito de algumas tecnologias novas e revisitar alguns conceitos antigos para reimaginar totalmente a inicialização. Também quisemos torná-la mais acessível e adequada para dispositivos sem teclado. É claro que nós trabalhamos muito para continuar diminuindo a necessidade da reinicialização, mas essa postagem é sobre o que acontece quando reinicializamos. Billie Sue Chafins foi a autora desta postagem. Ela é gerente de programas há muito tempo e dedicou muitos de seus anos ao design da interface do usuário. Nesta versão, ela nos ajudou a focar na experiência da reinicialização (além do contrato de compartilhamento do aplicativo com estilo Metro, sobre o qual você pode saber mais com a BUILD aqui).
--Steven

Com a constante inovação no ecossistema de hardware, a maior mudança no firmware em 30 anos e alterações de software, que permitem inicializações com cerca de 7 segundos de duração em computadores com SSDs (unidades de estado sólido), decidimos que já era hora de trazer a experiência de inicialização do PC para o século 21. Em uma postagem anterior, escrita por Gabe Aul, discutimos como o modo de inicialização rápida tornará realidade um tempo de inicialização mais curto no Windows 8. Você deve ter observado nesse vídeo sobre inicialização rápida que ele postou, que a inicialização mudou, não apenas foi rapidíssima como também foi contínua, do momento em que o aparelho foi ligado até a exibição da tela Iniciar. Nesta postagem, vamos explorar como a equipe reimaginou toda a experiência de inicialização do Windows para possibilitar isso.

Se pensarmos na experiência de se ligar um PC hoje, primeiro, provavelmente vemos várias telas com console de texto de cerca de 1980 piscarem enquanto o computador entra na fase de inicialização POST. Alguns segundos depois, a renderização é conduzida do sistema BIOS para o Windows, e aparece uma animação gráfica antes da interface de logon. No Windows 7 hoje, tudo isso ocorre em média em um minuto. Agora, imagine tudo isso voando na sua tela em aproximadamente 7 segundos – são muitas transições em um tempo tão curto!

Três telas mostradas da esquerda para a direita: a fase de inicialização POST, com texto em branco em uma tela preta; o logotipo do Windows mostrado durante a inicialização; a imagem do Windows 8 em plano de fundo, com a palavra “Aguarde...”

Quando percebemos a rapidez da inicialização do Windows 8, vimos que seria a hora perfeita de melhorar a experiência do usuário, permitindo algo contínuo, bonito e com a qualidade dos equipamentos eletrônicos.

O Windows 8 entrará no mercado em um momento em que dispositivos que priorizam o toque, como o fator forma do slate, estão se popularizando. Dessa forma, precisamos oferecer uma experiência de inicialização que seja desenvolvida para o toque, mas que funcione tão bem quanto com o mouse e teclado. Desde o início, sabíamos que seria inaceitável falar para alguém que é necessário comprar um teclado físico para configurar seu computador ou executar uma recuperação no Windows RE (Ambiente de Recuperação do Windows) se o PC não for iniciado.

O Windows 8 também chegará ao mercado em um momento em que a indústria está mudando do BIOS para a UEFI (Unified Extensible Firmware Interface) em todos os sistemas cliente. Continuaremos dando suporte à interface BIOS herdada, mas os computadores que usarem a interface UEFI terão recursos muito mais avançados. Por exemplo, os sistemas UEFI podem proporcionar experiências gráficas avançadas em resolução nativa por meio do driver GOP (Graphic Output Protocol). Com a UEFI, o sistema operacional pode finalmente se comunicar com o firmware de inicialização da forma padrão; esse trabalho recebe enorme suporte do trabalho padrão na UEFI e TCG (Trusted Computing Group). Isso permite recursos como uma inicialização segura, em que o sistema operacional e o firmware cooperam na criação de um mecanismo de transmissão seguro. Isso também permite uma experiência visual contínua a partir do momento em que o botão de energia é ligado – uma experiência gerada por dois componentes distintos.

A experiência de inicialização nunca foi totalmente reformulada. Os menus do BIOS ficaram cerca de 30 anos parados no tempo enquanto os sistemas operacionais e hardware avançaram em ritmo logarítmico. Introduzimos vários recursos do ambiente anterior ao sistema operacional em várias versões do Windows, cada um desenvolvido com um conjunto diferente de recursos e limitações. Por exemplo, devido à falta de recursos gráficos completos, os menus de opções de inicialização avançadas e de vários sistemas operacionais exibidos pelo gerenciador de inicialização mostrados abaixo parecem ser da época do MS-DOS:

Menu de opções de inicialização avançadas no gerenciador de inicialização, com opções de reparo do computador, inicialização em modo de segurança etc.

Devido à falta de suporte aos temas no Windows RE, as experiências criadas com o uso de controles padrão oferecem uma aparência da época do Windows 9x/2000:

Menu de opções de inicialização avançadas no gerenciador de inicialização, com opções de reparo do computador, inicialização em modo de segurança etc.

A inicialização é uma parte muito visível do sistema, ela é vista pelos usuários em uma média de 1 ou 2 vezes por dia. Isso é muito, mas esta postagem não é sobre a eliminação das reinicializações. Reconhecemos que esse número mudará conforme os slates e dispositivos, que estão sempre ligados, se tornarem mais populares, mas enquanto a inicialização ainda é necessária, desejamos que seja rápida e fluida. A experiência de inicialização de um PC deve ser agradável para os consumidores padrão, mantendo, ao mesmo tempo, a força do Windows para os usuários mais avançados que desejam definir as configurações no ambiente anterior ao sistema operacional. Como se pode imaginar, satisfazer todos esses objetivos foi desafiante em muitas situações, um trabalho de equilíbrio.

Primeira inicialização e configuração contínuas no Windows 8

Não haveria lugar melhor para começarmos a pensar sobre a experiência de inicialização do que na interface de configuração do Windows 8. Esse foi um dos primeiros lugares em que quisemos garantir uma ótima experiência que priorize o toque. Todo o processo de configuração, incluindo a inserção de chave do produto (Product Key), ingresso em uma rede sem fio e configuração de uma conta padrão, poderá ser realizado com o uso de um teclado virtual.

Se você comprar um novo PC que venha com o Windows 8 pré-instalado, provavelmente verá a fase de “especialização” da configuração na primeira inicialização. É nesse momento em que as informações específicas do computador e os drivers são instalados no sistema. Antes, era exibida uma série de telas com uma aparência distinta de outras fases de configuração. Agora, a experiência visual será contínua: da POST até a configuração, passando pela inicialização.

Inicialização contínua, sempre

A experiência de inicialização do Windows 8 refletirá a identidade do Windows: será sempre rápida, fluida, contínua e bonita. Aproveitando os recursos da UEFI e trabalhando em conjunto com o ecossistema, o nosso objetivo é que o PC seja ligado na tela do logotipo do fabricante e que essa tela seja mantida desde a POST até a interface de logon do Windows. O logotipo deve ser bonito e refletir a marca de confiança que levou o usuário a comprar o PC. O firmware renderiza o logotipo durante a POST. O logotipo continua na tela durante a inicialização do Windows e também do sistema operacional. Na verdade, estamos fazendo a ponte entre duas experiências (firmware + sistema operacional) para proporcionar uma única experiência, como você pode ver aqui:

Logotipo do Samsung mostrado quando o PC é ligado

Funcionalidade avançada

Sabemos que alguns usuários adoram personalizar seus computadores alterando as configurações do sistema operacional, fazendo a inicialização por meio de um dispositivo físico ou executando a solução de problemas via inicialização no Windows RE. Você não terá apenas uma experiência contínua cada vez que inicializar o computador, você também terá uma experiência bonita que prioriza o toque, mesmo que você deseje olhar o que se passa em segundo plano.

Fizemos um inventário completo de todos os recursos avançados disponíveis e desenvolvemos uma experiência que oferece uma visão consolidada da funcionalidade que você pode querer acessar antes de entrar no sistema operacional. Diferentemente das versões anteriores do Windows, as opções de inicialização avançadas no Windows 8 podem ser acessadas facilmente, apresentam fácil navegação e uma aparência harmoniosa.


Baixe este vídeo para assistir no seu media player favorito:
MP4 de alta qualidade | MP4 de qualidade inferior

Você pode ver a demonstração completa no vídeo acima, mas vamos chamar a atenção para alguns cenários aqui.

Inicialização dupla no PC

Vamos supor que você tenha várias cópias ou versões do Windows instaladas no PC. No Windows 8, você será apresentado a uma interface do usuário sensível ao toque, imersiva e de alta fidelidade em que você poderá selecionar qual sistema operacional deseja inicializar com um único toque (ou também clique do mouse e navegação com a tecla Tab).

Tela de opções de inicialização dupla no Windows 8: Ícone 1 “Escolha um sistema operacional”: Windows 8; ícone 2: Windows 7; Link para “Escolha os padrões ou outras opções”

Sempre há motivos para se alterar o sistema operacional padrão, ou talvez você deseje alterar a janela de contagem regressiva antes de o sistema operacional padrão ser iniciado. Alterar essas configurações hoje é complicado porque é necessário editar o armazenamento de BCD (Dados de Configuração da Inicialização). Concluímos que essa funcionalidade é muito importante para se perder na experiência básica do usuário durante a inicialização com uma configuração dupla de sistema operacional. Em vez de lembrar os comandos bcdedit ou alterar as configurações no msconfig (embora essas opções continuem disponíveis), é possível configurar facilmente o sistema operacional padrão e definir as configurações do timer diretamente na interface de inicialização.

Tela com o título principal: Altere as opções; opção 1: Altere o timer; opção 2: Escolha o sistema operacional padrão; opção 3: Escolha outras opções Ferramentas de reparo, inicialize para outro dispositivo e outras opções.

Tela com o texto: “Escolha o sistema operacional padrão. O padrão atual é Windows 8.” Opção 1: “Windows 8” Opção 2: “Windows 7”

Executando a solução de problemas no Windows RE

Vamos considerar um cenário em que você possa precisar inicializar para o Windows RE a fim de solucionar problemas de inicialização ou restaurar o Windows para um ponto de restauração anterior. Mesmo com uma funcionalidade tão avançada (que você venha a usar raramente, se usar), desejamos garantir que você tenha uma experiência consistente e por toque.

Tela de opções avançadas. Opção 1: Restauração do Sistema. Opção 2: Recuperação da imagem do sistema. Opção 3 Reparo automático. Opção 4: Prompt de comando

Para ilustrar como pensamos profundamente nessa experiência, vamos supor que você precise iniciar uma janela de prompt de comando no Windows RE (para verificar as ACLs (listas de controle de acesso) em alguns arquivos, por exemplo). Disponibilizamos até mesmo o teclado virtual no prompt de comando do Windows RE se você precisar dele (imagine um reparo de campo de um dispositivo sem teclado!).

Janela de prompt de comando sendo usada com teclado na tela.

Inicialização para um dispositivo

Reconhecemos que muitas pessoas inicializam para dispositivos, por exemplo, uma unidade USB inicializável. Hoje, isso requer entrar no menu de opções de inicialização do BIOS que pode ser acessado por meio de muitas teclas de função, dependendo do fornecedor de hardware/firmware. Mas com o firmware da UEFI, o sistema operacional pode retornar para o firmware para enumerar as opções de inicialização do BIOS. Isso significa que as opções de inicialização avançadas que antes ficavam disponíveis apenas pelos menus do BIOS serão disponibilizadas juntamente com a funcionalidade fornecida pelo Windows.

Tela com o título principal: Use um dispositivo; e uma opção: UEFI: SanDisk

Como mencionado acima, fizemos um inventário completo de todos os recursos do sistema e pensamos sobre como tudo deve fazer parte da experiência geral de um PC com o Windows. Nada escapou ao nosso inventário, nem mesmo o temível “BSOD”! Infelizmente, às vezes, algo pode dar errado com o hardware, portanto, não houve jeito de nos livrarmos do “BSOD” completamente. Foi um trabalho de equilíbrio muito interessante, analisamos várias iterações de design para determinar a quantidade de informações que deveríamos exibir. Queríamos atender às necessidades dos usuários avançados (seja para solucionar problemas do seu computador ou o de alguém da família) e, ao mesmo tempo, tornar a tela menos assustadora para o consumidor. Você vai notar que, apesar de todas as alterações, decidimos mantê-la azul! :-)

Uma tela azul com o texto: :( Não foi possível resolver um problema no seu PC. O computador precisa ser reiniciado. Você pode pesquisar o erro online: EXCEÇÃO NO THREAD DO SISTEMA NÃO RESOLVIDA (pci.sys) - O computador será reiniciado em: 1 segundo

Esperamos que você esteja tão ansioso como nós para ver a experiência de inicialização recebendo a atenção merecida. Prevemos muitas perguntas sobre o trabalho que realizamos e teremos prazer em manter o diálogo com você.

Obrigada,

Billie Sue