Com o Windows 8, apresentamos o recurso opcional de entrar no PC com um Windows Live ID e, dessa forma, vocês podem usar o mesmo conjunto de várias configurações em todos os seus PCs. Neste artigo, Katie Frigon, gerente de programas de grupo da equipe de experiência centrada no usuário, descreve o recurso e seus benefícios. --Steven

Cada usuário do Windows deseja ter a possibilidade de configurar e usar o PC de forma personalizada. Fazer isso, entretanto, é um desafio hoje em dia, com um cenário de vários PCs e diferentes usuários. Sabemos que o compartilhamento de PCs é comum e ouvimos de vários de vocês que alternar entre várias contas pode ser complicado. As dificuldades associadas ao gerenciamento de várias contas sempre levaram ao compartilhamento de uma única conta em um PC e a uma experiência menos pessoal (e, possivelmente, com menos privacidade) para cada usuário. Nós também sabemos que as pessoas têm usado vários dispositivos com mais frequência agora, e configurar um novo PC pode ser inconveniente e levar muito tempo. No Windows 8, decidimos garantir que cada usuário de PC tenha uma experiência verdadeiramente pessoal, que mescle perfeitamente suas tarefas online e offline, seja mais simples de configurar e usar e mantida em todos os PCs com o Windows 8. Para tanto, introduzimos o recurso de fazer logon no Windows (opcional) com um Windows Live ID que funciona em vários dispositivos, aplicativos e serviços, permitindo que você tenha uma experiência pessoal única com o Windows.

72% de PCs desktop têm duas ou mais contas de usuários; 49% dos laptops (incluindo os tablets) têm duas ou mais contas de usuários 
O uso compartilhado de PCs ocorre em 72% dos desktops e 49% dos laptops

35% - Cada usuário tem sua própria conta de usuário, que é usada para fazer logon cada vez que ele usa o computador; 9% - alguns usuários utilizam apenas suas próprias contas e outros compartilham contas; 2% - Alguns usuários têm várias contas, alguns possuem apenas uma; 15% - há apenas uma conta compartilhada por todos os usuários e uma conta de administrador do sistema; 25% - há apenas uma conta compartilhada por todos os usuários; 13% - há somente uma conta de "logon" no computador; 1% - não sabe.
Como as contas de usuário são usadas em computadores compartilhados

45% dos lares nos EUA têm 1 PC, 36% têm 2 ou mais.
PCs em cada lar dos Estados Unidos

Os benefícios de se entrar no Windows 8 com um Windows Live ID


Baixe este vídeo para vê-lo no seu media player favorito:
MP4 de alta qualidade | MP4 de qualidade inferior

Entrar com um ID lhe permite:

  • Associar as configurações do Windows mais comumente usadas à sua conta de usuário. As configurações salvas ficarão disponíveis quando você entrar na sua conta em qualquer PC com o Windows 8. O seu PC será configurado exatamente da forma com a qual você está acostumado.
  • Ter os aplicativos com o estilo Metro em vários PCs com o Windows 8 facilmente. As configurações do aplicativo e estado de último uso são mantidos em todos os PCs com o Windows 8.
  • Salvar credenciais de entrada para os diferentes aplicativos e sites que você usa e voltar a eles facilmente sem precisar inserir as credenciais toda vez.
  • Entrar automaticamente nos aplicativos e serviços que usam o Windows Live ID para autenticação.

Ao comprar um PC com o Windows 8 e configurar a sua conta de usuário pela primeira vez, você terá a opção de criar uma conta associada a um Windows Live ID. Você poderá usar um ID existente ou criar outro. Se optar por criar outro, você poderá usar qualquer endereço de email que desejar como o seu novo ID e criar uma senha única. Por exemplo, você poderá usar example@live.com ou nome@example.com. Basta apenas identificar um endereço de email que você deseja associar ao serviço Windows Live ID e fornecer uma senha exclusiva. É claro que você também pode continuar usando as contas do Windows locais, como sempre fez e, obviamente, as contas administradas pelo domínio também funcionarão como sempre.

Portanto, embora algumas pessoas acreditem que terão de se inscrever para ter uma nova conta de email para obter um Windows Live ID, na verdade, não é necessário. De fato, muitos serviços online usam uma cadeia de caracteres como nome@example.com para representar um nome de usuário, mesmo que ela se pareça com um endereço de email. Por exemplo, ao solicitar livros em uma livraria online, o seu nome de usuário pode se parecer com um endereço de email, mesmo que a empresa vendedora de livros online não gerencie o seu email. O endereço nome@example.com é apenas uma forma prática de identificar você, pois a maioria dos usuários de Internet hoje em dia tem endereço de email. Portanto, a sua conta de email e senha continuarão sendo gerenciadas pelo provedor de email de sua escolha, e usamos o nome de usuário e senha fornecidos por você para ajudar a gerenciar suas configurações e estado em todos os seus PCs com o Windows 8, mesmo que você não tenha se inscrito no Hotmail ou outros serviços da Microsoft que usam esse ID.

Assim como todos nós, você provavelmente gasta um tempo significativo personalizando a sua experiência do Windows para refletir o seu estilo, sua vida e o modo como você usa o seu PC. Todos nós sabemos como é frustrante perder todo esse trabalho quando compramos ou usamos outro PC (ou apenas reformatamos o disco rígido). Com o Windows 8, estamos trabalhando para mudar isso. Você poderá ter sua experiência pessoal com o Windows em qualquer PC com o Windows 8 que você entrar usando o seu Windows Live ID. Configurações como a imagem da sua tela de bloqueio, plano de fundo da área de trabalho, organização lado a lado do usuário, favoritos e histórico do navegador, dicionários de verificação ortográfica, configurações do Explorer, do mouse e de acessibilidade, entre muitas outras, agora estão associadas à sua conta do Windows 8 e armazenadas na nuvem. Elas são mantidas em sincroniza e todas as alterações ou atualizações se refletem em todo computador que você usar.

Uma experiência verdadeiramente pessoal no Windows 8 também inclui os seus aplicativos com o estilo Metro: como você os usa, as configurações usadas e onde você parou. Será fácil ver quais aplicativos com o estilo Metro você comprou e escolher quais você deseja ter em cada um dos PCs com o Windows 8. Usando o seu ID para entrar no Windows, as configurações e estado dos seus aplicativos com o estilo Metro ficam sincronizados entre todos os PCs usados por você. Por exemplo, vamos supor que você esteja lendo as notícias em um aplicativo de leitura no tablet. Se você tiver adicionado feeds específicos, que deseja continuar seguindo, esses feeds podem ser disponibilizados automaticamente no mesmo aplicativo de leitura em todos os seus outros PCs com o Windows 8. Os desenvolvedores também poderão criar aplicativos com o estilo Metro que informem seu estado ao Windows, para que você possa retomar o que estava fazendo quando mudar de PC. Você poderá voltar à mesma página de um livro, ao mesmo nível de um jogo ou ao mesmo ponto de um filme que você estava vendo quando trocar de PC com o Windows 8. Na versão de pré-lançamento do desenvolvedor do Windows 8, você poderá ver essa funcionalidade no Internet Explorer 10.

Você deve estar querendo entender como é possível fazer roaming das configurações e aplicativos que não tenham o estilo Metro, sem um domínio. Isso não é algo que possa ser feito com um Windows Live ID e não recomendamos o uso de ferramentas que tentam fazer isso manualmente, por meio de mecanismos como acesso do Registro ou cópia de executáveis. Entretanto, usando as novas ferramentas Restaurar/Atualizar, é possível criar facilmente uma imagem que tenha os seus aplicativos da área de trabalho preferidos instalados e usá-la como um ponto de atualização. Se você desejar fazer roaming das suas configurações para os aplicativos da área de trabalho, continue usando os mecanismos disponíveis para perfis móveis e cache do cliente dos arquivos disponíveis com o Active Directory e Windows Server.

Outro benefício do uso do Windows Live ID para entrar é a forma como simplificamos a entrada em vários serviços e aplicativos. Realizamos isso de duas formas. Primeiro, depois que você entrar no Windows com o seu ID, não precisará inseri-lo novamente para entrar em qualquer aplicativo ou site que também use o Windows Live ID. Por exemplo, quando entrar no Windows com o seu ID, você poderá iniciar o aplicativo Windows Messaging e começar a falar com os seus amigos sem a necessidade de entrar de novo. Da mesma forma, você poderá navegar para a página da sua caixa de entrada do Hotmail sem precisar inserir o endereço de email e senha novamente. Você sempre pode sair de uma página da Web e entrar como outro usuário, mas, por padrão, você será conectado automaticamente. Falando claramente, porém, esses aplicativos e sites não terão acesso especial ao seu PC nem aos dados pessoais.

Segundo, se você assim escolher, o Windows pode armazenar credenciais separadas do site e do aplicativo com o estilo Metro. Essas credenciais podem, então, ser sincronizadas com todos os PCs com Windows 8 em que você confia e verificou. Você não precisará digitar o seu nome de usuário ou senha; apenas terá de confirmar a sua entrada, conforme necessário. De forma semelhante ao exemplo do aplicativo Messaging, ao iniciar o aplicativo com o estilo Metro que usa esse recurso, você entrará automaticamente e o aplicativo será retomado do ponto em que você parou.

Controles de usuário

Há muitos benefícios no uso do Windows Live ID para entrar no Windows. Entretanto, é importante observar que cada usuário do Windows tem necessidades próprias. A sua experiência com o Windows 8 está nas suas mãos. Ao criar uma conta do Windows, você escolherá o tipo de conta que desejar usar. Você poderá optar por criar uma que se associe ao Windows Live ID ou usar uma conta local que funcione exatamente como no Windows 7. Também será possível alterar uma conta local para vinculá-la a um Windows Live ID futuramente.

Se optar por associar a sua conta local a um ID, você terá a opção de controlar algumas configurações para serem sincronizadas com cada PC com o Windows 8 que usar. No Painel de Controle, há uma seção chamada "Sincronizar configurações de PC", onde é possível ativar ou desativar a sincronização das configurações.

Você pode optar por desativar toda a sincronização ou parte dela, de acordo com o tipo de configuração. Os grupos de configuração incluem:

  • Personalização
  • Temas
  • Facilidade de acesso
  • Preferências de idioma
  • Aplicativos
  • Navegador da Web
  • Outros itens
  • Algumas senhas

Recomendamos um comportamento padrão que supõe que você deseja fazer roaming das configurações que são mais comumente usadas para personalizar a maneira como você usa o PC. Ouvimos de vocês, especialmente, que a personalização visual do seu PC é importante. No Windows 8, incluímos configurações-chave, como a alteração da imagem da tela de bloqueio. Além disso, você também pode fazer roaming dos temas da área de trabalho que você usa e cria, incluindo cores, sons e plano de fundo da área de trabalho (observação: atualmente, fazemos roaming da imagem de plano de fundo originalmente selecionada se ela tiver menos de 2 MB. Se a imagem tiver mais de 2 MB, ela é compactada e cortada para ficar com 1920 x 1200).

Também é importante que você tenha controle dos dados para evitar misturar dados pessoais com dados de trabalho. No Windows 8, quando uma conta de domínio do Windows é vinculada a um Windows Live ID, perguntamos de antemão (antes da sincronização dos dados) quais dados você deseja sincronizar entre o PC com domínio associado e outros PCs que você usa com esse ID. Dessa forma, você pode decidir quais itens, como o histórico da Web, favoritos ou credenciais devem ser sincronizados com o computador de trabalho, ou se você prefere manter esses itens, ou qualquer outra coisa, sincronizados somente com os computadores pessoais.

Nós também permitimos que os administradores de TI controlem o que um usuário pode sincronizar com um PC de trabalho por meio da política de grupo. Fornecemos controle aos administradores de TI para que decidam se um funcionário pode vincular sua conta de domínio a um ID e se o administrador permitir esse vínculo, quais tipos de dados o funcionário tem permissão para sincronizar.

Finalmente, é importante observar que as credenciais inseridas e armazenadas em um computador com domínio associado não sejam carregadas para a nuvem e nunca sejam sincronizadas com os seus outros PCs. Isso garante que as credenciais corporativas permaneçam nos PCs gerenciados pelo administrador de TI.

Privacidade e segurança

Sabemos que, ao usar serviços conectados à nuvem, a privacidade e segurança sejam a sua principal preocupação. Ao associar a sua conta de usuário do Windows a um Windows Live ID, há três categorias de dados que são especialmente interessantes do ponto de vista da privacidade e segurança:

  1. O seu nome de usuário e senha do Windows Live ID
  2. O seu perfil de usuário do Windows Live ID
  3. As configurações e dados que você optar por sincronizar

Tomamos medidas para proteger o ID e a senha usada por você para entrar no Windows. Fazemos isso de duas maneiras. Primeiro, exigimos uma senha forte (e não é possível deixar a senha em branco). Depois, coletamos uma segunda comprovação da sua identidade. Isso nos permitirá estabelecer “confiança” com PCs específicos que você usa com frequência ou possui. Isso por sua vez permitirá uma sincronização mais segura de dados particulares, como senhas. A coleta de uma comprovação secundária da sua identidade também ajuda a facilitar e tornar mais segura a recuperação da sua conta. Exemplos de comprovações secundárias são endereços de email alternativos, números de telefones celulares e perguntas com respostas secretas, coisas que, em geral, somente você saberá.

Entrando com um Windows Live ID, você também tem muito maior controle sobre a sua senha, incluindo a capacidade de recuperá-la. Se você usa uma conta local, esquecer a senha o coloca em uma situação complicada, suas opções ficam restritas. Você pode recuperar a senha com uma dica ou chave de recuperação, mas se não funcionar, a única saída é reformatar o computador do zero. (Tecnicamente, há algumas ferramentas de quebra de senha disponíveis na Internet que você poderia baixar e experimentar, mas elas provavelmente não funcionarão com uma senha forte, e muitas das ferramentas disponíveis online são na verdade downloads de malware!) No entanto, se você entrar no PC com o Windows Live ID e depois se esquecer da senha, poderá redefini-la usando outro PC, acessando https://login.live.com e clicando em “Esqueceu sua senha?”. Isso também permitirá a redefinição da sua senha de forma segura sem perder nenhuma informação do seu PC. A redefinição da senha dessa maneira também é mais segura porque ela usa a comprovação secundária mencionada anteriormente para garantir que é realmente você que está redefinindo a senha.

Você também pode estar se perguntando: "o que acontece se o meu Windows Live ID for roubado?" Bem, temos como ajudar nesse caso também. O Windows Live ID inclui vários recursos de segurança diferentes para detectar se a sua conta foi roubada e aplicará o status de "comprometido" (limitando as atividades) até que você recupere o controle da sua conta usando os recursos de autenticação de dois fatores (comprovações secundárias) configurados anteriormente. O importante é que você continuará tendo total acesso ao seu PC, pois poderá fazer logon com a senha que tinha antes de a conta ser invadida. Você somente não poderá usar os serviços e aplicativos que dependem desse ID enquanto não passar pelo processo de recuperação da conta online.

Com o Windows 8, queremos que você tenha controle de como os seus dados são usados e do que deseja sincronizar entre PCs com o Windows 8. Ao optar por entrar no seu PC com o Windows 8 usando um Windows Live ID, apenas uma pequena quantidade de informações (nome, sobrenome e nome para exibição) é compartilhadas com o Windows. O Windows não usa nenhum outro dado do seu perfil. Os dados do seu perfil armazenados na nuvem são liberados para aplicativos ou sites que recebem a sua permissão. Enquanto qualquer aplicativo com o estilo Metro pode usar o Windows Live ID para sua própria autenticação de entrada, ele sempre perguntará primeiro se você deseja permitir acesso a determinadas informações particulares do seu perfil.

Como mencionado anteriormente, há três categorias de dados que podem ser sincronizadas com os seus PCs com o Windows 8 quando você entrar com o seu ID: 1) Configurações do Windows, 2) configurações e dados de aplicativos e 3) credenciais. Esses dados são armazenados na nuvem para que fiquem disponíveis quando você entrar em um dos vários PCs com o Windows 8. O tamanho dos dados dos quais fazemos roaming é mínimo e apenas impomos alguns limites de acordo com as configurações, por exemplo, o tamanho do arquivo da imagem da tela de bloqueio. Nada disso é incluído na sua cota de armazenamento do Windows Live. Esses dados também são armazenados separadamente dos seus outros dados do Windows Live, por exemplo, o que você armazena no SkyDrive.

Você pode estar preocupado com a proteção dos dados do perfil. A fim de proteger os dados do usuário, nós tomamos várias medidas. Primeiro, por padrão, não fazemos roaming de dados por WWAN. Segundo, todos os dados do usuário são criptografados no cliente antes de serem enviados para a nuvem. Todos os dados e configurações que saem do seu PC são transmitidos com o uso de SSL/TLS. As informações mais confidenciais, como as credenciais, são criptografadas uma vez com base na sua senha e depois criptografadas novamente, pois são enviadas pela Internet. Os dados armazenados não ficam disponíveis para outros serviços da Microsoft ou de terceiros. Por último, antes que informações confidenciais possam ser acessadas em um segundo PC com o Windows 8 pela primeira vez, é necessário que você estabeleça uma "confiança" nesse PC fornecendo mais comprovação da sua identidade. Isso pode ser feito fornecendo ao Windows um código enviado para o seu número de telefone celular ou seguindo as instruções enviadas para um endereço de email alternativo.

Quaisquer dados salvos na nuvem por meio do mecanismo de roaming somente são acessados pelo Windows para roaming. Isso é muito importante. Por exemplo, o histórico do Internet Explorer é salvo em um estado de roaming, mas não é usado ou acessado em nenhum outro contexto. É como se você tivesse criado manualmente o mesmo registro de histórico de sites em um outro PC.

Estamos muito ansiosos com a oportunidade de tornar a experiência com o Windows 8 mais pessoal e fácil de ser configurada, de uma forma que proteja a sua privacidade e segurança. Queremos muito saber como vocês estão aproveitando o recurso e esperamos os seus comentários!

Katie Frigon