Resultado dos seus comentários sobre gerenciamento de arquivos

Criando o Windows 8

Nos bastidores com a equipe de engenharia do Windows

Resultado dos seus comentários sobre gerenciamento de arquivos

  • Comments 2

À medida que nos aproximamos da nossa próxima etapa pública, começaremos a voltar aos tópicos abordados no blog e a falar sobre as alterações que fizemos no produto a partir do Developer Preview. Como foi dito com frequência, nós lemos os comentários, as discussões dos grupo de notícias e as avaliações que foram escritas sobre o Windows 8 e acompanhamos o feedback atentamente. Consideramos esse feedback, levando em conta sua fonte e o público a que se destinam os recursos. Também tentamos conciliar os comentários conflitantes (não importa quantos votos de aprovação possa haver, para cada design que merece ser discutido, sempre há pontos de vista conflitantes e igualmente válidos). É claro que sempre consideramos a viabilidade de todas as alterações que fazemos sob o ponto de vista da engenharia: compatibilidade, segurança, desempenho, entre outros aspectos.

Ilana Smith, gerente de programas geral da equipe de sistema de engenharia, é a autora desta postagem.

--Steven


Publicamos anteriormente três postagens neste blog discutindo a nova experiência de gerenciamento de arquivos no Windows 8: uma sobre a nova experiência de copiar, outra que detalhou o processo de design que percorremos até chegar à nova experiência de conflitos e outra sobre as alterações no Windows Explorer, incluindo a introdução da faixa de opções.

Essas postagens geraram grande discussão e lemos aproximadamente 2.200 comentários deixados por vocês. Incorporamos esse excelente feedback ao nosso processo de design juntamente com as informações dos nossos outros canais de comentários.

Caderno com uma lista manuscrita de categorias de comentários e números ao lado de cada uma delas

Resumindo os comentários sobre as postagens no blog

Enquanto nos preparamos para a versão beta, achamos que deveríamos atualizá-los sobre alguns dos principais problemas e as alterações que vocês verão.

Conflito: identificando arquivos duplicados durante a resolução de conflitos

No Windows 8, temos uma nova experiência de seleção do arquivo certo quando ocorrem colisões de nomes de arquivo durante uma cópia ou transferência.

L. Brown disse:

Um botão de comparação para mostrar se os arquivos são iguais na caixa de diálogo "Choose" (Escolher) seria excelente!

Frequentemente, dois arquivos têm o mesmo nome porque são cópias. Escolher entre dois arquivos idênticos geralmente não faz sentido. Seria desnecessário em uma operação de cópia e normalmente desnecessário em um processo de transferência. Analisamos vários métodos de identificação de arquivos duplicados e chegamos à conclusão de que a verificação dos atributos nome, tamanho e data de modificação do arquivo é o mais eficiente deles. Esses atributos podem ser usados para identificar a vasta maioria de arquivos duplicados de forma rápida, eficiente e com boa compatibilidade com versões anteriores se comparado a outros métodos, como os hashes de arquivos.

Na versão beta, adicionamos uma nova opção à caixa de diálogo de resolução de conflitos detalhada. Selecionando a caixa na parte inferior esquerda da caixa de diálogo, podemos filtrar todos os arquivos com correspondência de nome, tamanho (incluindo o byte) e o tempo (incluindo a granularidade do carimbo de data/hora do sistema de arquivos: 2 segundos para FAT, 100 nanossegundos para NTFS). O sistema não copiará nem moverá esses arquivos. Essa funcionalidade não torna a operação mais demorada, funciona tanto localmente quanto em redes e em todos os tipos de sistemas e armazenamento.

Caixa de diálogo [File Conflicts] (Conflitos de Arquivos) com a opção [Skip 2 files with the same date and size] (Ignorar 2 arquivos com a mesma data e tamanho]. Na segunda imagem, a opção está selecionada e 2 dos arquivos não aparecem mais na caixa de diálogo de conflitos.

Não copiaremos arquivos com o mesmo nome, data e tamanho

Essa caixa fica desmarcada por padrão (para que os usuários optem por usar a alteração), mas após selecionada, ela é mantida.

Cópia: alterações no sistema

JL perguntou:

Sabe quando começamos a copiar uma material grande e, ao percebemos que o processo está sendo feito por conexão sem fio, conectamos um cabo de rede? A cópia de arquivos sabe utilizar a conexão mais rápida agora?

Se a cópia estiver ocorrendo entre dois computadores com o Windows 8, sim, ela poderá utilizar a taxa de transferência de rede maior imediatamente, graças aos avanços no protocolo SMB para dar suporte a vários canais.

Tobi perguntou:

Será possível pausar a cópia e retomá-la após uma reinicialização/suspensão/hibernação?

Na versão beta, quando há a suspensão ou hibernação de um sistema, a cópia é pausada automaticamente e, quando o computador "acorda", você pode escolher retomar a cópia clicando no botão de pausa "pressionado". (Decidimos não retomar as cópias automaticamente porque o ambiente do sistema pode ter sido alterado de forma significativa nesse meio-tempo e não desejamos causar erro.)

Cópia: lidando com confirmações e interrupções

gawicks solicitou:

Por favor, exibam todas as caixas de diálogo de erro após a conclusão da cópia, para que eu não precise ficar sentado na frente do computador durante todo o processo.

Temos dois tipos de interação com o usuário que podem ocorrer durante um trabalho de cópia: "confirmações" e "interrupções". As confirmações do tipo "Tem certeza de que deseja excluir este arquivo permanentemente?" precisam ser feitas antes do início da operação de cópia. As interrupções são causadas por problemas encontrados pelo sistema durante a cópia, como "Arquivo não encontrado", "Arquivo em uso" e conflitos de nome de arquivos.

O sistema apresenta todas as confirmações antes de começar a mover ou copiar arquivos. Durante a cópia, qualquer problema de interrupção é colocado na fila e apresentado assim que o sistema tiver concluído todo o trabalho possível. Na versão beta, fizemos aperfeiçoamentos na forma como as confirmações são apresentadas, para que elas não se percam entre as cópias em execução existentes.

Explorer: problema na rolagem do painel de navegação

xpclient disse:

Por favor, corrijam o péssimo bug existente na rolagem do painel de navegação do Windows 7.

(Consulte esta conversa no Microsoft Answers para obter mais informações.)

Isso foi corrigido! A partir da versão beta, não ocorrerá mais.

Explorer: respeitar os metadados da orientação da imagem

Raf perguntou:

Vocês darão suporte à rotação de imagem *sem perdas*?

Nos Windows 7 e 8, a rotação de um JPEG não apresenta perdas quando as duas dimensões da imagem são divisíveis por 16 (tamanhos de imagem padrão).

Além disso, o Explorer agora respeita as informações de orientação EXIF para imagens JPEG. Se a sua câmera define esse valor corretamente, você raramente precisará corrigir a orientação. Discutiremos isso mais detalhadamente em uma futura postagem.

2 das 3 fotos de flores são mostradas sem a orientação correta

Imagens no Windows 7 Explorer

Mesmas fotos de flores da imagem anterior, mas com a orientação corrigida
Imagens no Windows 8 Explorer

 

Explorer: alterações na sobreposição para aumentar o desempenho

No Windows 8, continuamos priorizando um ótimo desempenho. Estamos muito atentos aos milissegundos de retardo e procurando reduzi-los. No Explorer, encontramos uma oportunidade de diminuir os atrasos causados por sobreposições de ícones.

No Windows 7, temos uma sobreposição de ícone de cadeado para indicar que um arquivo é particular. (Você pode lembrar que, devido ao aumento nos arquivos compartilhados, ela substituiu a sobreposição "palma para cima" dos arquivos compartilhados.) Descobrimos recentemente que a verificação dessas sobreposições estava acrescentando cerca de 120 milissegundos aos nossos testes de inicialização da biblioteca do Explorer. Talvez não pareça muito, mas consideramos isso um grande atraso.

Exibição de 2 pastas: Bar e Foo. A pasta Foo tem uma sobreposição de cadeado no ícone e, na coluna [Sharing status] (Status de compartilhamento), aparece [Private] (Particular).

As sobreposições apresentam limitações: elas somente podem mostrar um estado, aumentam muito a poluição visual e podem ser confusas. A sobreposição de cadeado foi removida; essa informação é mais bem transmitida pela coluna "Sharing status".

Essa coluna tem estas vantagens:

  • Desempenho: a coluna fica oculta por padrão, portanto, ocorre atraso somente quando optamos por mostrar essa informação.
  • Três estados: essa coluna tem três valores: Compartilhado, Não compartilhado e Particular, portanto, ela mostra mais detalhes do que a sobreposição de ícone.
  • Classificação/filtragem: você pode classificar e filtrar a propriedade de status de compartilhamento, permitindo funcionalidades de gerenciamento de arquivos mais avançadas.

Explorer: fixar na tela inicial

Na postagem de Marina sobre a tela inicial, Boots112233 disse:

Metade dos itens do meu menu Iniciar no Windows 7 são atalhos para pastas e um deles é um atalho para um arquivo […] Como poderei fazer isso no Windows 8 se a tela inicial não permitirá atalhos para pastas?

Na versão beta, você poderá facilmente fixar as suas pastas favoritas na tela inicial e usufruir de sua avançada funcionalidade de personalização que criamos para organizar as pastas em grupos e na ordem que você desejar.

"Pin to Start" fica na lista suspensa do controle [Easy access] (Acesso fácil) da guia [Home] (Início) da faixa de opções

[Pin to Start] (Fixar na tela inicial) na faixa de opções do Windows Explorer

Além disso, assim como no Windows 7, é possível fixar atalhos para que executáveis sejam iniciados diretamente do Windows Explorer, o que também pode ser muito útil para aplicativos que não são adicionados automaticamente à tela inicial por padrão.

Parte da tela inicial com os seguintes mosaicos: Internet Explorer, Store, Windows Explorer, [Documents] (Documentos), a área de trabalho, [My Executable] (Meu executável) e [eventvwr] (Visualizador de Eventos)

Pasta Documents, um executável personalizado e o visualizador de eventos fixado na tela inicial

Explorer: PowerShell

Jamie Thomson disse:

Eu realmente gostei da opção [Open Command prompt] (Abrir prompt de comando) no menu Arquivo, no entanto, como prefiro usar o PowerShell, eu gostaria de ter uma opção como "Abrir prompt do PowerShell" também.

Concordamos e adicionamos essa opção também. Vale observar que, às vezes, há pontos de vista conflitantes sobre se devemos incluir recursos avançados na GUI ou no PowerShell, e sobre sua posição (se dever ou não ficar mais à frente e no centro). Estamos sempre equilibrando a complexidade decorrente da existência de muitas opções e muitas maneiras de se fazer as coisas. Como você pode ver, não há uma única resposta certa, portanto, continuaremos pesando essas escolhas complexas.

No menu Arquivo, há as opções de abrir o Windows PowerShell ou abrir o Windows PowerShell como administrador

Botões do Windows PowerShell no Windows Explorer

Esses itens de menu iniciam o console do PowerShell. O ISE do PowerShell continua disponível no comando Editar em um arquivo do PowerShell.

Explorer: alterações na faixa de opções

Sabíamos que a introdução da faixa de opções no Explorer estimularia muito debate e podemos dizer que o número enorme de respostas confirmou as nossas expectativas. É estimulante trabalhar em algo que provoca tantas perspectivas diferentes.

Houve muita reação e, como esperávamos, um grupo de pessoas teve uma reação totalmente negativa à novidade e tem repetido isso de forma grosseira. A nossa opinião é que realmente precisamos tornar a interface do usuário mais avançada e aceitar que um conjunto ruidoso de pessoas simplesmente não está satisfeito com o caminho que estamos seguindo. De um modo geral, observamos que há uma maioria que está feliz e mais produtiva com as alterações. Lembramos que há ferramentas de terceiros disponíveis (provavelmente as ferramentas usadas por esse conjunto de pessoas) que geram vários paradigmas de interface diferentes. No entanto, sabemos que ferramentas de terceiros desempenham um papel importante na experiência do Windows.

Dito isso, incorporamos os seus comentários, experimentamos e testamos várias abordagens, e usamos colegas de trabalho como cobaias, e também realizamos os testes formais, claro. Você verá três alterações principais na faixa de opções da versão beta.

Faixa de opções minimizada por padrão: com a faixa de opções maximizada no Developer Preview, pudemos aprender bastante sobre como as pessoas interagem com ela, o que nos permitiu ajustá-la. Na versão beta, faremos uma grande alteração no Explorer de acordo com os nosso princípios de design do Windows 8. Como nas nossa caixas de diálogo de cópia, o Gerenciador de Tarefas e as experiências estilo Metro, reduziremos as distrações e os usuários serão incentivados a descobrir as funcionalidades por conta própria, minimizando a faixa de opções por padrão.

Windows Explorer mostrado sem faixa de opções

Faixa de opções do Windows Explorer minimizada por padrão

Testamos essa alteração durante um período e os resultados foram animadores. Esses foram os dados de uso interno da Microsoft, que, sabemos, não representam o grande público, mas normalmente representam pessoas como vocês, que participam do diálogo neste blog.

Nenhuma alteração: 71%, Minimizam se maximizada: 6%, Maximizam se minimizada: 23%

Usuários padrão comparados com aqueles que maximizam a faixa de opções. Quando nenhum comando é executado em uma sessão, os usuários padrão chegam a 85%, enquanto os que maximizam a faixa de opções chegam a 62%. Quando são executados entre 1 e 10 comandos, os que maximizam a faixa de opções são muito mais frequentes do que os usuários padrão.

Esses dados mostram que os nossos usuários especialistas em tecnologia gostam das duas configurações, mas aqueles que usam o Explorer mais intensamente são os que maximizam a faixa de opções. Para os cenários em que há menos procura de arquivos, podemos oferecer uma interface do usuário com menos distrações e deixar que os usuários que desejarem explorar mais as funcionalidades do Explorer maximizem e utilizem a faixa de opções.

Teclas de acesso visíveis: os nossos dados telemétricos nos mostram que os usuários que resolvem minimizar a faixa de opções têm forte preferência pelo uso de teclas de acesso. A faixa de opções oferece novas maneiras de acessar as funcionalidades via teclado com as dicas de tecla (aquelas dicas flutuantes exibidas em pop-ups quando pressionamos Alt), mas teclas de atalho tradicionais, como Ctrl+V, continuam sendo o método mais eficiente. Adoramos as teclas de atalho (internamente, seu uso chega a 85% de todos os comandos do Explorer), portanto, desejamos ajudar mais pessoas a descobrirem isso.

Na versão beta, adicionamos informações de teclas de acesso às dicas de ferramenta dos botões relevantes.

Dica de ferramenta no botão "New folder" com o texto [New folder (Ctrl+Shift+N) / Create a new folder.] (Nova pasta (Ctrl+Shift+N) / Criar uma nova pasta.)

A dica de ferramenta de "New folder" mostra o atalho de teclado

Roaming de configurações do usuário: desejamos garantir que você somente precise configurar as suas opções do Explorer uma vez. Se você maximizar a faixa de opções e adicionar as opções [Undo] (Desfazer) e [Map Network Drive] (Mapear Unidade de Rede) à [Quick Access Toolbar] (Barra de Ferramentas de Acesso Rápido), desejamos que o seu Explorer sempre apareça dessa forma para você.

Na versão beta, adicionamos as configurações do Explorer aos atributos que serão transferidos por roaming aos seus outros PCs com o Windows 8. Na interface do usuário [Sync your settings] (Sincronizar as suas configurações), isso aparece em [Other Windows settings] (Outras configurações do Windows). (Para obter mais informações sobre o roaming das configurações do usuário, veja a postagem de Katie.)

Tela [PC Settings] (Configurações do PC), com a opção [Sync your settings] (Sincronizar as suas configurações) selecionada. As opções de [Settings to sync] (Configurações a sincronizar) incluem [Personalize] (Personalizar), [Desktop personalization] (Personalização da área de trabalho), [Ease of Access] (Facilidade de acess), [Language preferences] (Preferências de idioma), [App settings] (Configurações de aplicativos), [Browser settings] (Configurações do navegador), [Other Windows settings] (Outras configurações do Windows), [Sign-in info] (Informações de entrada), entre outras que não aparecem na tela.

Sincronizando as configurações do Explorer entre PCs

Agradecemos muito todos os seus comentários sobre as nossas postagens anteriores. Acreditamos que eles contribuíram diretamente para uma melhor experiência de gerenciamento de arquivos do Windows 8.

--Ilana Smith