Esta discussão é bem interessante e longa. E eu acredito que está longe de acabar. Alguns são neutros, outros defendem piamente suas idéias, numa luta frenética não somente as suas idéias mais os seus "ideais". Afinal, vamos deixar deixar de ter desktop (ou eles ficarão cada vez mais burros) e migrar tudo totalmente para a rede, para a web? Ou teremos desktop que serão somente browsers?

Alguns anos atrás quando começei ouvir falar de Smartclient, achei a idéia genial. Fazia todo o sentido do mundo. Aproveitar os recursos locais da máquina, acessar serviços na web, mas podendo trabalhar off-line. Na minha opnião pessoal este era o futuro (inclusive esta opião resultou em muitas discussões saudáveis com alguns amigos da área). Eu nunca gostaria de trocar a riqueza das minhas aplicações desktop por um browser. Eu prezo bastante a experiência que tenho no cenário de aplicações ricas. Ao mesmo tempo, se preciso de informações disponíveis em qualquer lugar a qualquer hora, aí, como ficar sem o browser? Bem, no meu ponto de vista, a resposta é Smartclient.

Se isto será o fim ou não, não sabemos. Se isto será o que o mercado adotará, também não sabemos. O que eu sei é cada vez mais as empresas tem tendido para este tipo de cenário híbrido, onde parte pode ser acessado pela web, parte acessado off-line. Adobe, Saleforce.com e a própria Microsoft tem caminhado neste sentido. Mesmo quando falamos sobre SaaS somos questionados ou nos questionamos sobre o momento em que estivermos off-line.

O Gianpaolo coloca as suas considerações sobre este assunto. As nossas idéias são bem parecidas. O detalhe interessante no post dele é que ele o fez depois de uma mesa redonda sobre o assunto liderada por Greg Reinacker da Google. Vale a pena ler, se você se interessa pelo assunto.

Caso você não se interesse, vale a pena ler pelo menos o P.S ao final do post.

Vejamos então qual será a próxima geração de hadware e softwares. Mas, para não ficarmos para trás precisamos estar atentos as discussões e ações que estão acontecendo no mercado.

Até mais!!!