Esta semana o Eduardo Miranda postou em seu blog algo que já conversarmos bastante em algumas ocasiões: a qualidade e comportamento da blogesfera de .NET no Brasil. O post do Eduardo baseou-se em um comentário do Alexandre Tarifa sobre os post serem jornalísticos ou realmente blogs técnicos.

Concordo com o Tarifa que os blogs jornalísticos de notícias bombásticas não tem tanto efeito e nem deveria ser o objetivo principal de um blog técnico. Porém, acho que as novidades deveriam ser sim postadas, mas comentadas. Aí concordo que entra a personalidade do autor. Ele deveria comentar as qualidades ou deficiências da novidade, ou algo parecido. Porém, muitos desenvolvedores brasileiros não tem o domínio do inglês ou não tem o costume de acompanharem post americanos ou europeus. Por isto, não vejo grandes problemas em se colocar notícias, desde que relacionadas a temas relevantes tecnicamente. E de prefência expressando a sua opnião pessoal.

Concordo com o Tarifa que os posts devem ter mais personalidade. E acredito que ele, eu e outros estão decididos a melhorarem a qualidade de posts. Acho que estamos num processo natural de amadurecimento da blogesfera brasileira, principalmente a de .NET. Mas, um ponto que já mencionei nos meus posts e já conversei com outros blogueiros famosos com o Israel e com o Eduardo, é que não vemos muitos comentários sobre os post feitos. Talvez em parte porque são jornalisticos, mas mesmos os que expressam opniões pessoais não recebem comentários. Uma das coisas mais legais dos blogs é criarmos uma pequena discussão sadia sobre os temas postados. Isto só é possível se houverem comentários, ou melhor, bastantes comentários sobre os posts. Este ponto acredito que incentivaria para termos mais assuntos com  "personalidade" postados.

Um outro fator que contribui para este amadurecimento é outros blogueiros falarem sobres estes assuntos, atraindo os que leêm o seu blog para participarem desta discussão. Para isto é necessário fazer referência a um post original. O que sinto no Brasil é que muitos que blogam não estão interessados em amadurecer a blogesfera e sim apenas se firmar como um blogueiro. Assim, fazem poucas referências a outros blogs, mesmo quando estão falando sobre um mesmo tema. Já nos Estados Unidos e Europa é muito comum vermos referências cruzadas. Um exemplo claro é a criação da DLR para linguagens dinâmcas como o Ruby (). Este assunto deu muito o que falar.

Bem, não vou citar os bons blogueiros que temos no Brasil, pois tanto o Tarifa como o Eduardo já fizeram isto. Mas estou de acordo com a chamada deles para melhorarmos a qualidade dos posts e meu incentivo é: Comentem, Comentem, Comentem. E para os blogueiros e: façam referências cruzadas!!!

Até mais!!!!