Não poderia deixar de falar sobre o MIX, evento que acompanho desde sua primeira edição em 2006. Este ano não tivemos Bill Gates ou Ray Ozzie no Keynote. Nem teremos o eterno evangelista Guy Kawasaki entrevistando o Steve Ballmer.

Mas, no meu ponto de vista, este foi um dos melhores keynotes da história do mix. Talvez igualado com o de 2007 onde foi mostrado pela primeira vez o Silverlight 2 com managed code rodando no browser.

O evento começou com a figura do Bill Buxton, Principal Researcher na Microsoft, falando sobre a importância do design. No final da sua palestra fez um link com o Scott Guthrie, que acredito que dispensa apresentações, sobre a visão da Microsoft sobre design e desenvolvimento. Que o desafio e meta é trazer a mesma interação do Surface e do Windows 7 em qualquer plataforma e device. E para utilizando o mesmo código e assets.

Então veio ao palco Scott Guthrie que mostrou as novidades que ele e seu time (que realmente eu tiro o chapéu para eles) trabalharam nos últimos 12 meses. Mesmo já tendo visto alguns demos internos, gostei muito do que foi mostrado.
Não quero falar de tudo que ele mencionou no keynote. Você pode ver o keynote na integra no site do mix. Quero apenas mencionar os pontos que eu acho mais interessantes e que eu acredito que talvez devessem dar uma olhada de perto.

O “Super Preview” que será uma funcionalidade dentro de um dos produtos da suíte Expression é realmente muito útil. Basicamente ele permitirá que você visualize a mesma página em diversos browsers diferentes e compará-los para ver encontrar as diferenças rapidamente.

A idéia do Web Platform Installer é facilitar a nossa vida de desenvolvedor. Realmente antes dele era complicado, e chato, montar uma máquina desenvolvimento com tudo que se precisa e com  a versão mais atual. A versão 2.0, lançado no keynote em beta, traz a novidade da intregação com PHP. No mesmo momento Scott e seu time também mostraram Windows Web Application Galery. Basicamente um lugar único onde poderemos encontrar aplicações em .NET e PHP para baixar e instalar nos nossos servidores. A facilidade não está apenas em encontrá-las em um único lugar, mas também em ter toda a infra-estrutura da aplicação instalada junto.

E por fim ele mostrou o Silverlight 3. Muitos parceiros subiram ao palco para mostrarem o que já estão fazendo com o Siverlight 3. Uma das novidades mais interessantes para mim é a possibilidade de rodar o Silverlight 3 fora do browser (out of browser capabilities).

Vou falar um pouco de cada uma destes três em post separados para não se tornar uma leitura gigantesca.

Além disto o Scott mencionou novidades do ASP.NET 4 e VS 2010.

Lançou-se a versão final do MVC 1.0

Uma tema mencionado diversas vezes e que mostra uma postura muito interessante do Scott e sua trupe, foi a integração com PHP e MySQL. Esta postura traz muitos benefícios para nós desenvolvedores.

Até mais pessoal.