esta é uma discussão antiga: o quanto automatizar e o que é possível testar na interface do usuário. Elisabeth Hendrickson é mestre em testes funcionais.

recentemente ela postou a resposta que deu a uma pergunta que recebeu por email: Fully Automated GUI Testing?. a resposta é bem interessante sobre o quanto pode e deve ser automatizado e o que devemos esperar como resultados nestes casos e o quanto deve ser exploratório e o que se pode esperar de resultado.

recomendo a leitura.

[]s

 
follow me