se você costuma fazer uso de testes unitários (unit test) provavelmente já se encontrou na situação que precisa testar um código legado sobre o qual você não tem controle algum. este método internamente faz uso de métodos estáticos ou que não ser estendidos. Logo, você tem problemas para "mocka-los", certo?

vi uma apresentação e conversei com o criador do moles. achei bem interessante a proposta. embora pessoalmente eu costumo usar o moq, que se adapta bem as minhas necessidades e é bem  simples de usar. o moles cobre uma necessidade real para quem trabalha com código legado e não usa isto como desculpa para não fazer testes unitários. :) Basicamente ele é um isolation framework que permite substituir qualquer método em .net por um delegate. "Qualquer método" significa realmente qualquer método:  estáticos e construtores inclusive.

o moles é um efeito colateral do pex. portanto, usá-lo com o pex é bem suave.

[]s