esta discussão é muito polemica: "time to market", ou colocar o produto no mercado num prazo aceitável para o mercado, é mais importante do que qualidade. não há dúvidas que em algum momento precisa-se colocar o produto no mercado se queremos obter algum tipo de retorno financeiro deste produto. porém, uncle bob em um post curto levanta a questão de uma maneira bem simples: por que não reduzir 20% das funcionalidades e ter 80% de funcionalidades com boa qualidade, ao invés de, 20% de funcionalides a mais e com mais bugs. esta é uma linha de raciocínio interessante. vale a pena ler este pequeno post e principalmente os comentários feitos. é interessante ver diferentes pontos de vista sobre este assunto.