Apresentamos Christina Storm, que é gerente de programas na equipe de recursos Engenharia de Clientes do Windows que trabalha com telemetria.

Num artigo anterior, o Steven apresentou as Equipes de Recursos do Windows 7. Eu sou uma gerente de programas que trabalha com telemetria na equipe de Engenharia de Clientes Windows. Nossa equipe cuida do Programa de Feedback do Windows, um de vários programas de feedback em atividade hoje que nos permite trabalhar diretamente com os clientes e torná-los parte de nosso processo de engenharia.

O Programa de Feedback do Windows (WFP) está em atividade há vários anos desde os ciclos de produtos do Windows XP e Windows Vista e nós estamos atualmente nos fortalecendo para deixar todos os aspectos desse programa prontos para o Windows 7. No centro desse programa está um amplo painel de pesquisa com consumidores que se inscreveram através do nosso web site http://wfp.microsoft.com durante o período de inscrições. Os clientes optam por fazer parte de um programa de levantamento de dados, um programa de feedback automático ou ambos. Depois eles respondem a uma pesquisa de perfil de vinte minutos, a qual nos permite posteriormente analisar seus comentários com base em seu perfil. Temos clientes numa ampla faixa de conhecimento sobre computadores em nosso programa e estamos trabalhando constantemente para equilibrar o painel a fim de conseguir clientes de grupos menos representados. A maioria dos clientes que estão dispostos a participar voluntariamente num programa de feedback como o nosso é geralmente entusiasmada com relação a tecnologia. São pessoas que aderiram cedo a produtos eletrônicos de consumo, serviços digitais e novas versões de software. Por outro lado, clientes que vêem o PC como uma ferramenta para realizar um trabalho tendem a ser mais relutantes em participar. Também precisamos de mais participantes do sexo feminino!

Clientes que participam do programa de feedback automático instalam uma ferramenta de coleta de dados desenvolvida pela Equipe de Telemetria do Windows. O acordo de privacidade desse programa descreve a coleta de dados realizada por nossa ferramenta. Aqui estão alguns exemplos:

  • Comportamento ao utilizar janelas incluindo aplicativos instalados e utilizados.
  • Estruturas de arquivos e pastas em seu computador, incluindo o número de tipos de arquivos nas pastas, tais como o número de arquivos jpg na pasta Imagens.
  • Informações específicas do sistema, tais como hardware, dispositivos, drivers e configurações instaladas em seu computador.
  • Dados do Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário Windows (CEIP).

A partir dos dados coletados criamos relatórios que são utilizados por várias equipes de recursos Windows, bem como por planejadores e pesquisadores de usuários. O gráfico abaixo mostra a resposta para a seguinte pergunta: Qual o tipo mais comum de arquivo que os clientes que participam de nosso programa armazenam em seus PCs e quais os locais de armazenamento mais comuns?

Os resultados nos ajudam com o planejamento para lidar com os volumes de dados que os clientes armazenam em seus PCs bem como a reproduzir cenários realistas em nossos testes laboratoriais ao configurar os PCs com um número semelhante de arquivos, tamanhos de arquivos e distribuição de arquivos nos PCs.

Essas coletas de dados ainda nos ajudam a criar relatórios com base em perfis de membros do painel. O gráfico acima poderia parecer diferente se o tivéssemos criado com base em dados fornecidos somente por desenvolvedores e então o comparássemos com dados fornecidos somente por jogadores de games, só para citar alguns perfis diferentes que participam de nosso programa. O nível de conhecimento sobre o Windows às vezes também faz diferença. Portanto, é muito importante para nós ter a participação no programa de clientes que se consideram peritos em Windows, assim como de clientes que não gostam de passar muito tempo no PC e que só o vêem como uma ferramenta para realizar outras coisas. Com base nos dados, poderemos decidir otimizar certa funcionalidade para um perfil específico.

Em geral, utilizamos esses dados para entender melhor o que melhorar na próxima versão do Windows. Vamos analisar como a amostra representativa configura seus monitores. Primeiro: quais resoluções são utilizadas pelos clientes em seus PCs? A tabela seguinte lista resoluções típicas e a distribuição com base no Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário do Windows, o qual faz uma amostra de todos os PCs participantes (Notem que a soma não corresponde a 100% porque nem todas as resoluções são incluídas):

 

Vocês podem notar é que aproximadamente 10% dos clientes está utilizando resolução alta ou maior. Em alguns dos comentários as pessoas perguntavam se nossos dados representavam os usuários “top” ou “avançados”. Dado o tamanho dessa amostra e o número de indivíduos com uma resolução de ponta, acho que é razoável concluir que nós representamos de forma adequada este e todos os segmentos. Essa amostra é uma amostra grande (aqueles que consentiram) de um conjunto de dados enorme (todos os usuários Windows), portanto é estatisticamente relevante para estudos segmentados,

Descobrimos que uma grande porcentagem dos participantes de nosso programa diminui a resolução de seu display da maior resolução possível para ele. Analisando os dados advindos do Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário do Windows para fins de comparação, notamos uma tendência semelhante: mais de 50% dos clientes com resolução de tela de 1600x1200 estão ajustando sua resolução para 1024x768, provavelmente porque acham desconfortável ler o texto pequeno em displays de alta resolução. O efeito negativo dessa alteração de resolução é a perda de fidelidade até o ponto em que ler texto em editores e web browsers fica difícil. Conteúdo de vídeo de alta definição também não será mostrado de forma apropriada.

Aqui estão dos dados para clientes com display com capacidade 1600x1200:

 

Num artigo futuro do blog, um dos gerentes de programa da Equipe de Elementos Gráficos da Área de Trabalho do Windows irá descrever o que fizemos com essa informação para melhorar a qualidade de exibição e conforto ao ler no Windows 7.

Também usamos freqüentemente nossos dados para selecionar participantes adequados para uma pesquisa. Um pesquisador pode querer mandar uma pesquisa online somente para usuários ativos de aplicativos de máquina virtual. Nós primeiro iríamos determinar tal grupo de usuários analisando nossos dados de “utilização de aplicativos” e então criar a lista de participantes para o pesquisador. Às vezes nós combinamos dados coletados automaticamente com respostas a pesquisas para analisar a relação entre a satisfação geral de um cliente e sua configuração de PC.

Atualmente, 50% dos participantes de nosso painel estão utilizando o Windows XP e 50% estão utilizando o Windows Vista. Atualmente não estamos oferecendo inscrições. Se você tem interesse em ser convidado a participar desse programa, por favor envie um email para winpanel@microsoft.com com o assunto “Notifiquem-me sobre inscrições”. Se você gostaria de incluir algumas informações sobre você, incluindo seu nível de conhecimento sobre o Windows, nós ficaríamos muito agradecidos! Nós o colocaremos na fila de pedidos e faremos o possível para convidá-lo quando pudermos.

Quando lançarmos o Windows 7 beta também coletaremos comentários desse painel e pediremos a participação de um grupo de usuários beta do Windows 7. Nossos planos atuais pedem a adesão para que o beta aconteça da maneira padrão da Microsoft em http://connect.microsoft.com. Fiquem ligados!

-- Christina Storm