Vídeo online de qualidade profissional: Experiências com mídia de ótima qualidade sem plug-ins no Internet Explorer 11

IEBlog Português

Blog da equipe de engenharia do Windows Internet Explorer

Vídeo online de qualidade profissional: Experiências com mídia de ótima qualidade sem plug-ins no Internet Explorer 11

  • Comments 0

O Internet Explorer 11 apresenta um novo streaming de vídeo e de áudio sem plug-in que se baseia nos padrões mais recentes da Web e que foi criado com base nas funcionalidades mais recentes de gerenciamento de energia e de mídia de sistema operacional. Os novos recursos de mídia do Internet Explorer 11 e do Windows 8.1 se combinam para oferecer um “vídeo de qualidade profissional”: vídeo da Web que seja tão bom quanto vídeos profissionais para TV e filmes de excelente qualidade.

Com o vídeo de qualidade profissional, as transmissões começam imediatamente e são reproduzidas de forma perfeita. A melhor qualidade de vídeo possível com seu dispositivo e rede é selecionada automaticamente e os filmes de alta qualidade são reproduzidos como qualquer outro vídeo. Os vídeos podem ser reproduzidos em casa ou fora. Você pode ouvir áudio de qualidade normalmente ou assistir ao vídeo com legendas para ter privacidade. E, essa ótima experiência não requer que você sacrifique a vida útil da bateria.

Você pode ver vídeo de qualidade profissional agora no Netflix.com. A Netflix trabalhou com a Microsoft em uma nova versão de seu serviço de vídeo de alta qualidade completo criado inteiramente nesses novos recursos da Web padrão. O resultado: a biblioteca e o site completos do Netflix funcionam sem plug-ins usando o IE11 no Windows 8.1. Para ter essa experiência, instale o Windows 8.1 Preview, vá para netflix.com, e use suas credenciais de logon padrão para explorar a biblioteca. Ou visite o Netflix Demo no nosso site de test drive para uma visualização gratuita.

O Netflix Demo permite que você experimente gratuitamente o plug-in do Netflix executado no IE11
O Netflix Demo permite que você experimente gratuitamente o plug-in do Netflix executado no IE11

Se você estiver interessado em explorar o streaming de vídeo mais detalhadamente, experimente também a demonstração do test drive do vídeo de qualidade profissional. Usando a amostra do test drive, você pode interagir com streaming adaptável enquanto reproduz uma seleção de mídia comum e protegida.


Explore o vídeo de qualidade profissional no IE11 no test drive do IE

O IE11 dá suporte aos padrões de mídia W3C mais recentes

Até recentemente, o padrão HTML5 não dava suporte a todas as funcionalidades de vídeo de qualidade profissional, portanto, os usuários tinham que instalar plug-ins de navegador, tal como o Adobe Flash ou o Microsoft Silverlight. Consequentemente, os desenvolvedores da Web não podiam criar vídeos que interoperassem facilmente entre navegadores.

Para permitir o vídeo de qualidade profissional em HTML5, a Microsoft trabalhou no WC3 HTML Working Group, no Timed Text Working Group e no Web Cryptography Working Group. O IE11 dá suporte ao resultado desse trabalho, incluindo:

MSE (Media Source Extensions)

Com certeza, você já reproduziu vídeos com download progressivo antes e viu o que acontece quando a rede não consegue manter a reprodução do vídeo. Primeiro, o software do player espera enquanto o conteúdo está sendo armazenado em buffer e, em seguida, a reprodução começa. Se a taxa de transferência da rede não puder manter a taxa de bits do vídeo, o buffer fica sem dados e a reprodução pausa enquanto mais dados estão sendo armazenados. Isso significa que você espera o vídeo quando deveria estar assistindo. Frequentemente, você precisa escolher entre várias qualidades de vídeo disponíveis. Se você escolher uma qualidade muito alta, terá que enfrentar pausas frequentes para o rearmazenamento em buffer ou recomeçar com uma qualidade inferior.

O streaming adaptável é uma solução elegante para esse problema, permitindo uma experiência de vídeo fluida e suave. O serviço de vídeo cria várias representações de taxa de bits do conteúdo e pode alternar entre eles com base na capacidade de renderização de vídeo ou de rede atual. Isso significa que o serviço pode começar com uma qualidade intermediária e alternar para uma qualidade superior ou inferior com base nas condições atuais. Não existe mais parada para rearmazenamento no buffer.

console.log("Loading MEDIA segment from: " + seg.url);

this.appending = true;

this.activeDownload = downloadArrayBuffer(seg.url, null, function (data)

{

if (data)

{

that.eos = false;

that.sb.appendBuffer(data);

that.segCursor++;

} else

{

that.appending = false;

}

});

Código de amostra que anexa dados indexados pelo tempo a um buffer de origem MSE

As MSE (Media Source Extensions) dão suporte a streaming adaptável para navegadores, fazendo uma alteração simples mas poderosa no vídeo em HTML 5. Em vez de apontar para um arquivo de mídia, como uma origem de elemento de vídeo, as MSE apontam para um buffer. Usando buffers de origem, o JavaScript da página da Web pode anexar dados em segmentos de tempo e ajustar a qualidade entre os segmentos, conforme o necessário. Os dados são reproduzidos sem interrupção e é possível exibir um vídeo de altíssima qualidade.

Com o Windows 8.1 Preview instalado, experimente a demonstração do vídeo de qualidade profissional para explorar as MSE. Ele oferece um controle deslizante que permite a seleção direta de várias taxas de bits de streaming, de forma que você possa ver em primeira mão a transição possível entre os níveis de qualidade por meio do streaming adaptável das MSE.

A demonstração do vídeo de qualidade profissional mostra o streaming adaptável e a reprodução de DRM
A demonstração sobre vídeo de qualidade profissional mostra a transmissão adaptativa e a reprodução de DRM

O que significa MPEG-DASH? MPEG-DASH é um padrão emergente para streaming de Internet. As MSE no Internet Explorer 11 no Windows 8.1 dão suporte a conteúdo MPEG-DASH que adere aos perfis ISO BMFF definidos no padrão. Portanto, as MSE podem ser usadas para criar um cliente MPEG-DASH inteiramente usando HTML5 e JavaScript no navegador. Um player de referência compatível DASH.js foi desenvolvido com contribuições de várias empresas, incluindo a Microsoft Open Tech.

EME (Encrypted Media Extensions)

As EME usam as interfaces proprietárias expostas por vários sistemas DRM (Digital Rights Management) e as abstrai em eventos e intercâmbios de dados comuns. Por baixo dos panos, os sistemas DRM podem manter suas funcionalidades e detalhes de implementação únicos, como, por exemplo, como e onde as licenças digitais são armazenadas. Da perspectiva do site da Web, os intercâmbios de EME são comuns, e o JavaScript necessário para implementá-los é consistente.

Novos formatos de arquivo também ajudam. Usando a criptografia comum MPEG ISO, os serviços de mídia da Web podem configurar bibliotecas uniformes compatíveis com mais de uma solução de DRM. Um serviço pode optar por dar suporte a mais de um DRM para ampliar a faixa de soluções de navegador/DRM compatíveis com seu site da Web, sem ter que recodificar a biblioteca para cada solução de DRM.

Nas EME, os navegadores se conectam a provedores de DRM por meio de CDMs (Content Decryption Modules). O CDM no Internet Explorer 11 dá suporte a PlayReady DRM da Microsoft, o mesmo DRM suportado por aplicativos do Windows 8, e também a uma variedade de dispositivos por meio do PlayReady Porting Kit.

A demonstração de test drive do vídeo de qualidade profissional inclui algum conteúdo DRM protegido. Procure na coluna esquerda os arquivos identificados como protegidos e veja como eles podem ser reproduzidos facilmente. O Netflix usa EME em sua demonstração de test drive e no site também.

SPD (Simple Delivery Profile) – US

Já escrevemos antes sobre a emergente especificação Simple Delivery Profile – US que oferece streaming de legenda poderoso e atraente. O SDP-US lhe dá o controle sobre a colocação da legenda, apresentação, fonte, estilos de fonte, cores de fonte, plano de fundo de fonte, transparências e cores de janela. E você pode mover facilmente as legendas entre vários locais na tela.

A demonstração de legendas do test drive do IE possui funcionalidades de estilização poderosas
A demonstração de legendas no test drive do IE possui capacidades de estilização poderosas

O Internet Explorer 11 é o primeiro navegador importante a dar suporte completo a SDP-US. Para dispositivos que reproduzem mídia de Internet, o Internet Explorer 11 atende a todos os requisitos FCC em vigor nos Estados Unidos a partir de janeiro de 2014. Você pode explorar apresentações de legendas diferentes usando a demonstração de test drive de legendas SDP-US.

Web Crypto

O Internet Explorer 11 também é o primeiro navegador importante a dar suporte à emergente especificação Web Crypto. Embora não seja estritamente uma especificação de mídia, a Web Crypto é útil para a autenticação de dispositivo e de usuário, o que a torna importante em cenários de vídeo de qualidade profissional.

A Web Crypto expõe uma ampla série de funcionalidades criptográficas a sites da Web. As APIs Web Crypto podem ser usadas para gerar números aleatórios criptograficamente, criar hashes, gerar e verificar assinaturas, criptografar e descriptografar dados. Usando a Web Crypto, você pode autenticar dispositivos sem implantar certificados a partir do servidor e pode implementar estratégias de contagem de dispositivos. Além disso, você pode enviar chaves embrulhadas para seus clientes e desembrulhar essas chaves no cliente sem expor o material principal para o navegador ou seus usuários finais. Para experimentar a Web Crypto, verifique a demonstração de teste drive de criptografia de arquivo de senha usando o Windows 8.1 e use-a para criptografar e descriptografar um arquivo.

O Windows 8.1 permite o streaming de mídia com uso eficiente de energia

O Windows 8.1 possui funcionalidades de mídia que tornam o Internet Explorer 11 mais eficiente, tirando vantagem do hardware do sistema. Juntos, o navegador e sistema operacional permitem o vídeo de qualidade profissional.

Telas de 48 Hz

O Windows 8.1 é o primeiro sistema operacional a oferecer suporte à alteração automática e perfeita da taxa de atualização do sistema em resposta ao conteúdo da tela. Se o painel de exibição do sistema relatar que é capaz de fazer a transição perfeita para taxas de atualização mais baixas, o sistema operacional utilizará automaticamente essa funcionalidade em nome dos aplicativos baseados em XAML/HTML5. Por exemplo, durante a reprodução de vídeo de tela inteira de 24 fps (conteúdo do filme), o sistema operacional diminuirá a taxa de atualização de 60 Hz para 48 Hz sem qualquer interrupção ou indicação de que a taxa de atualização foi alterada. Se o usuário sair da reprodução do vídeo ou exibir qualquer outro conteúdo na tela que não seja vídeo, a taxa de atualização mudará imediatamente e perfeitamente de volta para 60 Hz para garantir que a interface do usuário/aplicativo continue respondendo. Essa técnica é usada para vídeo de 24 fps e 25 fps e resulta em uma qualidade de vídeo aprimorada devido à eliminação de menu suspenso 3:2 causador de tremor. Além disso, a execução sob taxas de atualização mais baixas reduz o consumo de energia na CPU e no painel de exibição. Em tablets típicos com painéis de exibição suportados, as economias de energia desse recurso resultam em mais de 30 minutos a mais de tempo de exibição!

Otimização de reprodução em tela inteira

A maioria dos usuários assiste a vídeos longos em tela inteira e o Windows 8.1 faz otimizações adicionais nesse modo. Por exemplo, quando você estiver no modo de vídeo de tela inteira, o sistema operacional unirá os temporizadores e estacionará os núcleos da CPU para economizar energia, combinando as características da carga de trabalho de reprodução de vídeo em tela inteira. Além disso, o Internet Explorer 11 dá suporte à API de tela inteira em HTML, tornando simples para o seu site preencher a tela durante a reprodução do vídeo.

Streaming com uso eficiente de energia

O Windows 8.1 e o Internet Explorer 11 também otimiza o download e a entrega da mídia de streaming. XHRHttpRequests agora podem economizar energia, transferindo dados diretamente para a memória sem antes armazenar em cache no disco. Para aprimorar a economia de energia, as transmissões habilitadas para MSE usam automaticamente o hardware de descarga de áudio em sistemas que suportem essa funcionalidade.

Resumo

O vídeo online de qualidade profissional agora é uma realidade, possibilitado por especificações emergentes da Web implementadas no IE11 e suportado por recursos do sistema operacional Windows 8.1 para reprodução de vídeo com uso eficiente de energia. Streaming adaptável, reprodução de mídia protegida, legendagem e criptografia expandem os blocos de construção disponíveis para criar sites de vídeo de qualidade profissional. Leia as especificações, verifique as demonstrações e veja por si mesmo como o Internet Explorer 11 pode ajudá-lo a criar experiências de vídeo online atraentes.

Instale o Windows 8.1 Preview a partir da Windows Store e experimente a combinação de navegador e média de sistema operacional no IE11. Esperamos receber seus comentários, seja por meio da ferramenta de envio de comentários do IE11 ou do Connect.

-- Jerry Smith, gerente de programas sênior, Internet Explorer

  • Loading...