Artigo original publicado no domingo, dia 26 de agosto de 2012

A pesquisa no SharePoint 2013 tem muitos aspectos interessantes, e um que, na minha opinião, irá realmente ajudar a expandir os verticais de pesquisa para departamentos e unidades de negócios é a capacidade de criar propriedades gerenciadas até o nível de conjunto de sites. As propriedades gerenciadas frequentemente são usadas em verticais de pesquisa, pois proporcionam um modo de definir atributos personalizados associados aos dados que você deseja usar para fins de filtragem, relatórios e/ou refinamento. No SharePoint 2010 (e versões anteriores), havia algumas limitações em relação ao uso dessas propriedades que as tornavam relativamente complexas:

  • Só era possível criá-las no nível de Aplicativo de Serviço de Pesquisa (SSA)
  • Era necessário um rastreamento completo de todo o conteúdo primeiro para criar uma propriedade rastreada e, em seguida, outro rastreamento completo de todo o conteúdo para criar uma propriedade gerenciada. Essa era uma tarefa difícil para muitas organizações.

 

No SharePoint 2013, deixamos esse recurso mais aberto e acessível. Você ainda pode criar propriedades gerenciadas no nível de SSA, mas também é possível acrescentar a elas propriedades gerenciadas no nível de conjunto de sites. O processo completo é iniciado da mesma forma que antes, com a criação de uma propriedade rastreada. Mais uma vez, há um novo recurso que faz com que quando você crie uma coluna de site no SharePoint 2013, ela seja automaticamente configurada para ser uma propriedade rastreada até mesmo antes de você realizar o primeiro rastreamento. Isso é ótimo! Depois disso, é possível adicionar a coluna de site a qualquer lista ou biblioteca e iniciar a adição de conteúdo.

Para criar uma nova propriedade gerenciada, você pode acessar as Configurações do Site e, em seguida, Esquema de Pesquisa na seção Administração do Conjunto de Site. Nesse local, você pode criar uma nova propriedade gerenciada e mapeá-la para a propriedade rastreada. Observe que uma das grandes diferenças entre as propriedades gerenciadas criadas no conjunto de sites em relação a SSA é que quando você cria novas propriedades gerenciadas no conjunto de sites, elas têm três limitações nas quais você deve prestar atenção:

  • Elas só podem ser texto
  • Elas não podem ser classificáveis
  • Elas não podem ser refináveis

Porém, isso não é um problema. A solução conta com várias propriedades gerenciadas predefinidas justamente para isso. Se você observar a lista de propriedades gerenciadas, verá coisas como RefinableDate00..19, RefinableDecimal, RefinableDouble…RefinableString100, etc. Portanto, quando você precisar de uma valor que não seja uma cadeia de caracteres ou de algo classificável ou refinável, poderá usar uma dessas propriedades. Deixe-me explicar como isso funciona com um exemplo.

Suponha que você crie uma nova coluna de site chamada FavoriteColor; é uma coluna de opção contendo Azul, Verde e Vermelho, e você deseja criar uma nova propriedade gerenciada refinável para ele. Primeiro, você a adiciona à sua lista ou biblioteca e, em seguida, insere algum conteúdo. Em seguida, você acessará Configurações do Site > Esquema de Pesquisa e rolará para baixo até encontrar RefinableString00, editando-o. No campo de alias, digite "Cor Favorita"; no campo Mapeamentos para propriedades rastreadas, adicione um mapeamento para a propriedade rastreadas ows_FavoriteColor e salve as alterações. O resultado será semelhante ao seguinte:

 

Após isso, ainda precisaremos realizar um rastreamento completo. Mas também há um novo modo de fazer isso no SharePoint 2013.  :-) Não precisamos mais realizar um rastreamento completo de todo o corpus; em vez disso, podemos solicitar um "rastreamento completo" de apenas um site ou mesmo uma lista. Nesse caso, convém acessar a lista em que você está usando a coluna FavoriteColor e entrar em Configurações do Site. Se você clicar no link Configurações Avançadas, será possível rolar para baixo até encontrar a biblioteca Reindexar documento (ou Reindexar lista, se você estiver usando uma lista). Clique no link para configurar a lista a ser rastreada. Da próxima vez que qualquer tipo de rastreamento for realizado no SSA (incremental ou completa), ele preencherá a propriedade gerenciada e você poderá começar a usá-la em suas consultas, regras de consulta e modelos de exibição.

Espero que este artigo o ajude na criação dessas propriedades.

Este é um post localizado. O artigo original está em Creating Managed Properties in a Site Collection in SharePoint 2013